Overpopulation Awareness is the website of Fundação Ten Million Club

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Sobrepopulação

A sobrepopulação é a principal causa da maioria dos problemas mundiais. Quer seja uma questão de falta de comida, falta de água potável ou falta de energia, cada país do mundo é, ou será, afectado pelo factor sobrepopulação.

Em parte graças à importação de bens do estrangeiro, qualquer país é capaz de manter a sua própria segurança social. Mas isto não se pode passar de uma forma ilimitada. De facto, o número de habitantes está a crescer em cada país. A população mundial ameaça crescer, nas próximas décadas, para 8 ou 10 biliões. Existe uma boa hipótese de que mais e mais países irão necessitar dos seus próprios produtos.

O nosso planeta poderá proporcionar uma qualidade de vida à que se desfruta na União Europeia a não mais do que 2 biliões de pessoas. Com uma população de entre 8 e 10 biliões, a segurança social por pessoa, à escala mundial, irá baixar para a do pobre agricultor que dificilmente consegue sustentar-se a si próprio e não sabe nada da segurança social. E, desta forma, teremos de partilhar tudo irmãmente de modo a evitar disputas ou guerras.

O clima está a mudar e não importa muito se se deve à mão humana ou a alterações no sistema solar. O nível do mar só tem de subir ligeiramente para fazer com que uma parte das valiosas terras agrícolas desapareçam. Actualmente, parece que pensamos que conseguimos manter um passo à frente da fome com a utilização de fertilizantes artificiais, com a alimentação artificial de animais e outras estratégias de sobrevivência.

Os seres humanos têm a tendência a querer mais e mais segurança social. A nível mundial, o número de carros e frigoríficos está a aumentar aos nossos olhos. Mas, irá chegar uma altura em que o crescimento da população e a segurança social irão colidir. Existe uma boa hipótese de que grupos populacionais vagueiem pelo mundo à procura de mais comida e bem-estar.

Os técnicos estão felizes por poder tirar da manga tecnologia que tenha soluções para todos os nossos problemas. Infelizmente, as soluções técnicas ainda não foram capazes de combater a fome no mundo de uma forma significativa. Onde não houver reconhecimento ou resolução para os problemas à escala mundial, a guerra e a violência parecem ser inevitáveis: todos querem escapar.

A única solução é uma política populacional aplicada à escala mundial. Este site fornece-lhe, por idioma e, sempre que possível, por país, artigos, filmes e imagens de todo o mundo que mostram o que é a sobrepopulação e por que é que é importante uma política populacional. Infelizmente, qualquer discussão sobre sobrepopulação ou sobre políticas populacionais é considerada tabu.

O mundo dos negócios e a religião parecem ser as únicas áreas que se preocupam com o crescimento populacional. Permitir o desaparecer do bem-estar é tão difícil para os ricos como fugir da pobreza para os pobres. Além disso, o cenário de crescimento continua a dominar o pensamento mundial acerca de soluções para os problemas aqui evidenciados.

Gostaríamos de o/a convidar para conhecer os conteúdos deste site. Também damos as boas-vindas a contribuições multimédia que gostasse de dar. A Fundação holandesa CVTM (o Ten Million Club), uma organização sem fins lucrativos, tornou este site possível. Poderá também apoiar-nos com as suas contribuições através do site.

Paul Gerbrands
Presidente

World population

Artigos

A nossa sobrevivência como espécie

Jan C. H. M. Hillegers, Teólogo e Franciscano
 

A sobrevivência é uma arte criativa. Todas as formas de organismos, plantas e animais, possuem tal arte. De forma a o fazerem, desenvolveram as suas peculiaridades e características particulares que servem para resolver problemas.

Ver mais ...
Políticas populacionais: De uma preferência de esquerda e um tabu de esquerda

Prof. Dr. S. W. Couwenberg
 

A ideia de que Holanda está cheia vem dos anos 50 quando o Governo Holandês, sob a orientação do primeiro-ministro Willem Drees, decidiu criar uma política de emigração pró-activa em reacção ao perigo compreendido, mesmo que o número de habitantes à época fosse muito mais baixo do que é hoje em dia, nomeadamente, dez milhões. Mesmo nesta época, o escritor W.F. Hermans indicava que a Holanda estava sobrepopulada, um tema que ele iria continuar a debater durante as décadas vindouras.

Ver mais ...
A crise da população mundial

A crise da população mundial
 

Respostas a algumas das negações mais comuns da gravidade da crise da população
 

Preâmbulo

A Holanda tem uma histórica de migração mais complicado do que a maioria dos países. Durante grande parte dos séculos XVI e XVII, o país teve uma taxa migratória de 10% ao ano. Isto significa que com uma população de cerca de 3 milhões, chegaram a cada ano 300 mil emigrantes e 300 mil saíram, isto durante centenas de anos. De facto, a maioria dos emigrantes eram trabalhadores sazonais.

Ver mais ...